AGRICULTURA

Agro: 9.120 vagas de emprego criadas de janeiro a abril de 2022
De acordo com o Novo Caged, agro teve o segundo melhor desempenho entre todos os setores econômicos goianos no primeiro quadrimestre do ano


Ao todo, de janeiro a abril, Goiás criou 49.035 postos formais de trabalho em todos os setores monitorados pelo Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho e Previdência - Foto: Wenderson Araújo/ CNA

A agropecuária goiana registrou saldo de 2.064 postos formais de trabalho em abril. Foram 7.650 admissões e 5.586 desligamentos. Com o resultado, subiu para 9.120 o número de vagas com carteira assinada criadas pelo setor primário nos quatro primeiros meses do ano. Os dados, extraídos do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), foram divulgados na último segunda-feira (06) pelo Ministério do Trabalho e Previdência.

As atividades que mais contribuíram para o saldo de novos postos de trabalho, em abril, foram "cultivo de cana-de-açúcar", com 1.280 vagas criadas, e "produção de sementes certificadas", com 961. As "atividades de apoio à agricultura", com 173, ficaram na terceira posição. Segmentos industriais ligados ao agro também apresentaram resultados positivos: o de "fabricação e refino de açúcar" registrou a criação de 739 vagas; o de "fabricação de outros produtos alimentícios", 136.

Ao todo, de janeiro a abril, Goiás criou 49.035 postos formais de trabalho em todos os setores monitorados pelo Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho e Previdência. "O setor agropecuário registrou o segundo melhor desempenho da economia estadual no primeiro quadrimestre, à frente de comércio, indústria e construção civil, e atrás apenas do setor de serviços", destaca o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tiago Mendonça. No período, o agro admitiu 29.172 pessoas com carteira assinada e realizou 20.052 desligamentos.

Saiba mais

Instituído pela Lei nº 4.923/65, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) é um registro obrigatório e permanente de admissões e dispensas de colaboradores contratados sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Além de servir de termômetro do andamento de parte da economia real do país, é amplamente utilizado em estudos, pesquisas, projetos e programas nas esferas privada e governamental. Um deles é o Seguro-Desemprego.


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



AGRICULTURA  |   14/06/2022 20h16

Caldas Novas - GO
 




AGRICULTURA  |   09/06/2022 22h30

Rio Verde - GO
 

AGRICULTURA  |   19/05/2022 21h36