GERAL

Família pede ajuda para pagar tratamento de bebê internado na UTI após queimar o corpo com mingau, em Anápolis
Irmã conta que o pequeno Miguel tentou pegar o prato que havia acabado de sair do fogão e o mingau estava fervendo. Bebê teve 20% do corpo queimado.


Foto: Reprodução /Gabriella Darga

A família do bebê Miguel de Souza Quevedo, de 2 anos, pede ajuda para pagar o tratamento dele após o menino ter 20% do corpo queimado por mingau quente, que havia acabado de sair do fogo, em Anápolis, a 55km de Goiânia.

A meta inicial da família é arrecadar R$ 2,5 mil. A vaquinha virtual, que foi criada pela família, mostra que R$ 1,3 mil já foram doados. Miguel ainda está com pneumonia, que foi descoberta pelos médicos após a internação, desde o último dia 10 deste mês.

Segundo boletim médico do Hospital Governador Otávio Lage (Hugol), em Goiânia, nesta segunda-feira (23), onde ele está internado, o estado de saúde é regular.

A irmã do bebê, Gabriella de Souza Darga, de 21 anos, contou que o pequeno Miguel tentou pegar o prato em cima da mesa e acabou derrubando o mingau quente em cima do próprio corpo.

A irmã do Miguel contou que as queimaduras estão quase cicatrizadas, mas ele continua internado por causa de uma pneumonia.

"Depois da internação que descobrimos que ele está com pneumonia. As queimaduras, até agora, estão fora de risco, mas a pneumonia ainda é um problema grande para os médicos", relata Gabriella Darga.

A ajuda, segundo a irmã, é para comprar alguns remédios para o Miguel e pagar contas da casa que estão atrasadas.

"Minha mãe está acompanhando ele no hospital. Até então, ela que é a única fonte de renda na casa. esse dinheiro, nós iremos usar para pagar o aluguel e custear os itens higiênicos para o Miguel", detalhou a irmã.

 


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



GERAL  |   24/06/2022 16h32

Anápolis - GO
 




GERAL  |   15/06/2022 17h08

Anápolis - GO
 

GERAL  |   13/06/2022 18h32

Anápolis - GO