GERAL

Entregador denuncia que motorista jogou o carro contra ele de propósito após discussão no trânsito em Goiânia
Imagens registram o momento em que carro branco passa por cima da moto. Motociclista conta que situação começou após condutor do automóvel parar em área preferencial para pilotos


Moto é atropelada por carro em Goiânia, Goiás - Foto: Arquivo pessoal/ Maykon Douglas Brito

Um homem de 33 anos, que trabalha como entregador de peças automotivas, teve sua moto atropelada por um carro, após discussão com motorista, na Avenida Rio Verde, em Goiânia. Vídeo registra o momento em que um carro branco passa por cima da moto de Maykon Douglas Brito repetidas vezes.

Como o motorista do carro, de 62 anos, não teve a identidade divulgada, o g1 não conseguiu entrar em contato para um posicionamento sobre o caso até a última atualização desta reportagem.

O caso ocorreu na quinta-feira (12). De acordo com o motociclista, a situação foi iniciada um semáforo antes do que eles estavam parados durante o atropelamento. Maykon explica que tudo começou com uma discussão, depois que o motorista do carro parou na área preferencial para pilotos.

Momento em que carro para na área preferencial foi flagrado por câmeras de segurança da região.

Segundo o motociclista, ele e outro homem comunicaram o motorista que "ele estava errado em parar no local".

No entanto, mesmo após o semáforo abrir, a discussão não terminou.

"Ele parou na minha frente e quando passei no corredor ao lado do carro dele, ele jogou o carro em cima de mim, o baú da moto esbarrou no retrovisor dele e ele acelerou", afirmou o motociclista.

Para o motociclista, não ter sido atropelado, foi questão de sorte.

"Eu caí ao lado da moto, mas fora dela. Se eu tivesse continuado nela, ele tinha passado em cima das minhas duas pernas com moto e tudo", contou o motociclista.

Maykon ainda não sabe o prejuízo que obteve com os estragos da moto. No entanto, por trabalhar como entregador, se preocupa com o prazo que a moto deve levar para ficar pronta.

"Tenho contas a pagar. A moto é minha, mas é alugada pela empresa que trabalho. E se eu não tenho a moto para trabalhar, não recebo", conta o homem.


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



GERAL  |   24/05/2022 16h58

Goiânia - GO
 




GERAL  |   23/05/2022 21h08

Goiânia - GO
 

GERAL  |   19/05/2022 13h03

Goiânia - GO