POLÍTICA

Vereadores aprovam projeto que proíbe posse e porte de armas na Câmara de Goiânia
Matéria será encaminhada para a sanção do prefeito de Goiânia Rogério Cruz. Quem desobedecer pode ser demitido ou até perder o mandato, no caso de um parlamentar


Vereadores aprovam projeto que proíbe posse e porte de armas na Câmara de Goiânia - Foto: Mariana Capeletti/ Câmara Municipal

Após polêmicas quanto ao uso de armas na Câmara Municipal de Goiânia, os vereadores de Goiânia aprovaram de maneira definitiva o projeto de lei que proíbe o porte e a posse de armas na Casa Legislativa. Com a aprovação na segunda votação, o projeto será encaminhado para a sanção do prefeito de Goiânia Rogério Cruz (veja punições ao fim da reportagem).

Uma vez sancionado o projeto, nenhum servidor ou vereador tem a permissão para ter ou andar com uma arma nas dependências da Câmara.

Durante a fase de discussão do projeto, os vereadores Cabo Senna (Patriota) e Sargento Novandir (Avante) solicitaram pedido de vista e uma emenda, respectivamente, mas as duas foram rejeitadas em plenário.

A emenda solicitada pelo parlamentar buscava retirar o parágrafo que trazia definições sobre as dependências da Câmara.

Caso as medidas estabelecidas sejam desrespeitadas pelos vereadores ou servidores podem ser aplicadas as seguintes punições:
 
  • abertura de processo administrativo ou ético-disciplinar;
  • advertência;
  • suspensão por 30 dias, sem remuneração;
  • demissão do servidor ou perda de mandato do vereador.
O uso de armas já causou polêmicas na Câmara Municipal de Goiânia. Em fevereiro, um vereador Sargento Novandir tirou a arma que estava presa na cintura e colocou sobre a tribuna durante uma sessão.


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |   18/04/2022 17h34

Goiânia - GO
 




POLÍTICA  |   17/04/2022 15h21

Goiânia - GO
 

POLÍTICA  |   07/04/2022 11h28

Goiânia - GO